• Secom

Nossa visita Ad Limina Apostolorum


Nós bispos no Maranhão, realizamos entre os dias 30 de maio a 3 de junho, na semana entre a celebração da Ascensão do Senhor e a celebração de Pentecostes, nossa visita Ad Limina Apostolorum, que significa no limiar, na soleira, na entrada, na visita as basílicas e aos túmulos dos Apóstolos.


É previsto no Código de Direito Canônico, no Cân. 400, a obrigação dos bispos diocesanos de ir a Roma apresentar o relatório quinquenal de sua diocese ao Sumo Pontífice ... e venerar os sepulcros dos Bem-aventurados Apóstolos Pedro e Paulo.


Normalmente é uma semana de muito trabalho e reuniões, pois os bispos devem cumprir toda uma programação de visitas aos diversos organismos, dicastérios e comissões pontifícias. No nosso caso, foram 15 as visitadas, culminando com o encontro pessoal com o Santo Padre, que acaba sendo o ápice da visita.


Encontramos nos diversos organismos colaboradores do Santo Padre, um profundo clima de acolhimento fraterno e de escuta sinodal. Todos aguardavam a publicação da constituição apostólica Praedicate Evangelium (Preguem o Evangelho) anunciada para o dia 5, Domingo de Pentecostes e assinada pelo Papa Francisco no dia 19 de março, dia de São José. A nova constituição quer “compreender o rosto da Igreja neste início do século XXI e as escolhas feitas para que ela seja encarnada também no nível das estruturas administrativas”. Do princípio da evangelização derivam outros aspectos aos quais a reforma dedica amplo espaço. A Cúria Romana não se coloca entre o Papa e os bispos, mas se põe a serviço de ambos.


Percebemos que há sempre um grande e justo interesse por parte de nossos fiéis, em particular as lideranças, que procuram saber os assuntos, os temas tratados nessas reuniões e com o Santo Padre.


É preciso dizer, que bem antes da visita, cerca de seis meses, todos os bispos fazem e enviam para nunciatura e a Santa Sé, um minucioso relatório sobre a situação pastoral, social e econômica do povo de Deus na diocese. É uma espécie de prestação de contas do seu pastoreio e do cuidado que deve ter com as ovelhas a ele confiada.


Durante a visita aos dicastérios, muitos dos assuntos são retomados a partir dos relatórios e aí esclarecidos, refletidos, meditados e sugeridos ações que favoreçam a resolução dos problemas apresentados.


Na audiência com o Santo Padre, levamos um abraço firme e forte, do povo do Maranhão, um pedacinho da Amazônia, bioma que, junto com seus povos, o Papa Francisco abraçou com carinho e decisão em todos estes anos abençoados e proféticos do seu pontificado. Nos despedimos agradecendo a sua vida, seus ensinamentos, discursos e documentos, como grandes testemunhos e encorajamento para nossa missão. Expressamos nossa alegria por sermos discípulos do Senhor e de termos sido enviados com o tesouro do Evangelho. Pedimos sua bênção apostólica sobre nós e sobre todo o povo de Deus que está sob os nossos cuidados.


Dom Gilberto Pastana

Arcebispo de São Luís – MA

“Venha o teu reino”

13 visualizações0 comentário