• Secom

Pureza


A força de uma mulher e mãe contra escravidão moderna no Brasil


por Pe. Gutemberg Feitosa*


Pureza Lopes Loyola. O filme narra toda sua luta para salvar o filho do trabalho escravo. Foto: Divulgação

Com uma atuação excelente da atriz Dira Paes, que interpreta a protagonista Pureza Lopes Loyola, o filme narra a saga de uma trabalhadora de fornos e fábricas de tijolos, destas que existem pelo Maranhão e que eu mesmo já vi em minha terra natal, Codó-MA. Vida sofrida e difícil, dinheiro pouco e suado.


São muitos aqueles que, fugindo da pobreza e/ou da falta de emprego, se inscrevem em supostas vagas de trabalho em diversas regiões do país, para trabalhar em fazendas distantes. Em boa parte das vezes esses trabalhadores são enganados e forçados a trabalhar em situação análoga à escravidão. Sofrem maus tratos, violência, ameaça, alguns são mortos. Alguns conseguem fugir ou ser resgatados. Muitos desses homens e mulheres, escravizados atualmente no Brasil, são maranhenses.


A película, baseada em fatos, narra a história de mãe e filhos maranhenses, Pureza e Abel (Matheus Abreu). Ele, enganado e escravizado. Ela, não desiste do filho e busca justiça e libertação, duas categorias bíblicas das mais importantes. O filme mostra ainda que a escravidão no Brasil tem mãos dadas com o poder em diversas esferas, inclusive, em Brasília.


A escravidão no Brasil tem mãos dadas com o poder em diversas esferas

Destaque-se a citação à Comissão Pastoral da Terra – CPT e outras entidades que trabalham para extinguir esse Brasil escravocrata que insiste em resistir no tempo. É emblemático que a primeira vez que o nome da protagonista é pronunciado seja pela boca do padre Flávio, personagem que ajuda Pureza em sua luta por justiça. Igualmente marcante foi ver o cartaz com o rosto do padre Josimo Moraes Tavares, mártir dos pobres, de Imperatriz-MA. É a Igreja, em suas pastorais de ação sociotransformadora a dar apoio aos mais pobres e sofredores.


O filme narra o Brasil e mostra o melhor (Pureza) e o pior do seu povo (violentos, corruptos e gananciosos). Entre os temas interessantes, destaco: amor de mãe; pobreza nortista e nordestina; formas e características da escravidão hodierna; corrupção política; o poder do capital; lutadores sociais... No elenco temos também: Flávio Bauraqui (Narciso); Mariana Nunes (Elenice)...


Serviço:

Diretor: Renato Barbieri

Gênero: Drama biográfico

Duração: 01h42m

Lançamento: 19 de maio de 2022

Nacionalidades: Brasil

Site oficial: https://purezaofilme.com.br/


Em cartaz, em todos os cinemas.


Trailer Oficial


#purezaofilme

#TodoMundoPrecisaVerPurezaOFilme

#NãoAoTrabalhoEscravo

#DiraPaesÉPureza

#DivulguePurezaOFilme

#VouVerPurezaOFilme


Sobre o autor do texto:

*Padre Gutemberg Feitosa é presbítero da arquidiocese de São Luís e jornalista. Escreve resenhas sobre séries e filmes mensalmente para a coluna "Em cartaz" do Jornal do Maranhão (jornal da arquidiocese de São Luís) e foi convidado a escrever esta crítica em formato especial para o site da CNBB-MA.


IG: @gutofeitosa10



356 visualizações0 comentário