• Secom

Grajaú: Dedicação da Catedral Nosso Senhor do Bonfim e São José acontece no próximo dia 04 de agosto



Em carta divulgada no último dia 30 de julho, dom Frei Rubival Cabral Britto, OFMCap, em nome da diocese de Grajaú, realizará a Dedicação da Catedral Nosso Senhor do Bonfim e São José, em Solenidade no próximo dia 04 de agosto, às 19h. Data dedicada a São João Maria Vianney e aniversário de criação da diocese.


Antes, Paróquia Nosso Senhor do Bonfim, a partir da Dedicação, ficará Catedral Nosso Senhor do Bonfim e São José. Nosso Senhor do Bonfim é o patrono da cidade, e São José é o patrono da diocese. Assim, a Catedral reunirá agora os nomes dos dois patronos.


De acordo com a Carta, esta Dedicação ocorre nas comemorações dos 100 anos da Bula "Ration/ Cogruii" do Papa Pio XI, em 10 de fevereiro de 1922, criando a Prelazia de São José do Grajaú e nas alegrias dos 41 anos da Bula "Cusiellum Truioris" do Papa João Paulo II erigindo canonicamente a Diocese de Grajaú, para que este edifício visível, apareça como sinal peculiar da Igreja peregrina na terra e imagem da Igreja que habita nos céus.


Conforme estabelecido pelo Diretório da Liturgia e da Organização da Igreja no Brasil, para realçar a importância e a dignidade da Igreja Local, o ofício do aniversário da dedicação da Igreja Catedral terá o grau de solenidade na própria Igreja Catedral e de festa nas outras Igrejas da Diocese, na data em que foi dedicada. Também nessa data, desejamos concelebrar a Eucaristia na Igreja Catedral com o conselho presbiteral todos os anos (cf. Pontifical Romano Cap. II, 26).

Dedicação

O ato da "Dedicação" é o mesmo que "consagração" ou "inauguração" de uma igreja, após a conclusão de sua construção. Toda igreja é dedicada por excelência à Santíssima Trindade, a Nosso Senhor Jesus Cristo e seus títulos; ao Espírito Santo, a Santíssima Virgem, aos Santos Anjos, aos santos inscritos no Martirológio Romano. No caso da Catedral de Grajaú, será dedicada a Nosso Senhor do Bonfim e São José.


Nesta celebração, acontece a aspersão da água benta, as unções do altar e das paredes no edifício, a incensação, a deposição das relíquias no altar, a iluminação e, é claro, o rito da Palavra e da Eucaristia.


Programação


Antes da Solenidade, acontecerá o Tríduo nos dias 01, 02 e 03 de agosto, com terço, às 18h30, e celebração às 19h, e a programação completa pode ser conferida nas redes sociais @diocesedegrajau.


Toda a diocese e o Regional Nordeste 5 é convidado a participar, louvar e agradecer por este momento especial na vida dos fiéis da Igreja particular de Grajaú.


Confira na íntegra a Carta Dedicação Diocese de Grajaú.


43 visualizações0 comentário