top of page
  • Secom

Em assembleia, COMIRE NE5 aprova projeto missionário e nova equipe executiva para biênio 2024/2025


Antiga e atual equipe executiva e os bispos, dom Valentim e dom Valdeci, após eleição da nova coordenação do COMIRE no Regional Nordeste 5.

O Conselho Missionário Regional (COMIRE) Nordeste 5 realizou entre os dias 1º e 3 de dezembro de 2023, sua Assembleia Ordinária e Eletiva, na cidade de Chapadinha, diocese de Brejo. O evento contou com a presença de representantes de 10 das 12 dioceses maranhenses.


Esta edição da Assembleia teve como objetivo a aprovação da continuidade do projeto missionário “Igrejas Irmãs”, que atua em parceria com a Diocese de Altamira, no Xingu; e a eleição da nova equipe executiva do Conselho.


“Estamos reunidos para juntos rever a caminhada de nosso regional com os COMIDEs e também com as forças missionárias. Estamos reunidos para, olhando a caminhada, apontar para o futuro, a partir do plano nacional missionário e também do esquentamento da nossa vida missionária com o 5º Congresso em Manaus”, afirmou dom Valentim Meneses, bispo da Diocese de Balsas e referencial para ação missionária no Regional Nordeste 5.


Padre Tiago Camargo, diretor do CCM e membro do COMINA, assessorou a Assembleia e pontuou a importância desse evento para a caminhada missionária no Maranhão. “Esse momento é muito importante e significativo e especial pra caminhada e campanha missionaria que vamos realizando com as comunidades e com as dioceses, e assim formando essa comunhão, essa unidade. Participar da assembleia é tempo também de revisar a caminhada realizar e apontar luzes para a caminhada que virá pela frente”.


Avaliação da caminhada

A manhã de domingo (03) foi iniciada com um processo de avaliação tendo como marco referencial o plano de ação que foi construído ainda no ano de 2021. Avaliou-se os avanços, os desafios que permaneceram nas realidades missionárias diocesanas, os elementos novos que surgiram nesse meio tempo e quais são as perspectivas de ação a partir de 2024.


Nova coordenação

Nesta Assembleia foi eleita a nova coordenação da equipe executiva do Conselho Missionário. A cada dois anos um grupo composto, segundo o estatuto, por seis pessoas de cada diocese, elegem uma equipe executiva para coordenar o Conselho e seus trabalhos por um período de dois anos. Sendo assim, a nova equipe executiva é composta por:


  • Bispo referencial: dom Valentim Meneses – Diocese de Balsas

  • Coordenadora: Leiga, Sandra Cruz do Nascimento – Diocese de Balsas

  • 2º coordenador: Pe. Giuseppe Luigi Spiga – Diocese de Viana

  • Secretário: Leigo Consagrado, Paulo David O. Silva – Diocese de Caxias

  • 2º secretário: Seminarista, Mateus Antônio S dos Santos – Diocese de Imperatriz

  • Tesoureiro: Pe. Edimar Arnaldo Gonçalves – Diocese de Imperatriz

  • 2º tesoureiro: Ir. Jucielma dos Anjos A Ferreira – Diocese de Pinheiro



Fidelidade à "Boa Nova"

Maria Pereira, membro da equipe executiva anterior; e, em nome da mesma, deixa uma mensagem e um apelo à nova equipe:


“Estimados irmãos e irmãs, paz e graças em Jesus missionário do Pai. Ao anunciar, após seis anos de engajamento e serviço junto ao COMIRE, a minha renúncia a continuar, pelos motivos já expostos na assembleia regional, queria lhes dirigir algumas palavras. Em primeiro lugar, queria agradecer de coração a estima, o carinho, a paciência que tiveram comigo ao longo desse período e, ao mesmo tempo, desejo me desculpar com cada um se nem sempre correspondi às expectativas que depositaram em mim. Sinto que, graças a essa experiência, posso iniciar um novo momento da minha vida muito mais fortalecida.
Em segundo lugar, se me permitem, gostaria de insistir a ‘termos um renovado olhar para com a realidade sociocultural e eclesial das sociedades indígenas do nosso Estado’. São inúmeras aldeias constituídas por homens e mulheres que continuam sendo invisibilizadas, inclusive por nós, Igreja missionária. Muitas vezes por trás de pretextos, desculpas, alegações deixamos de reproduzir, entre eles, o jeito compassivo, fraterno e samaritano de Jesus de Nazaré. Não podemos vendar nossos olhos de novas ameaças climáticas autodestrutivas sem criar pontes firmes com ‘aqueles povos’ que, mesmo com suas naturais contradições, aprenderam a praticar a verdadeira ‘ecologia integral’. O que está em jogo não é somente a sobrevivência de uma ou outra realidade, mas a nossa própria futura existência. Não tenho o intuito de alarmar, mas de nos motivar sempre mais a mantermos fidelidade à ‘Boa Nova’ na nossa realidade que clama por justiça, paz e acolhida compassiva. À nova coordenação, faço votos que tenham sempre mais ardor e ousadia missionária...”.

Com informações e fotos do COMIRE Regional NE5.


226 visualizações0 comentário
bottom of page