top of page
  • Secom

Diocese de Imperatriz faz memória dos 37 anos do assassinato de padre Josimo Tavares


Para encerrar a Semana de Celebrações da Memória dos 37 anos do assassinato de Padre Josimo Tavares, a Diocese de Imperatriz realiza hoje, dia 10 de maio, dia de seu martírio, um dia intenso de atividades. A programação iniciou logo cedo com uma alvorada, em frente ao Centro Pastoral, seguida de panfletagem com a divulgação das atividades do dia e a presença de dom Vilsom Basso, bispo diocesano.


Ainda hoje (10/05), às 19h, acontece a Santa Missa, na Catedral de Fátima, com presidência de dom Vilsom Basso, e concelebrada por padre Nonato, e participação das pastorais sociais.


A Semana, com diversas atividades, começou no dia 30 de abril na Rodovia Padre Josimo, antiga Estrada do Arroz, no Acampamento Viva Deus, região que tem uma história de resistência, luta e perseverança. O momento também marcou o encerramento da peregrinação do Ícone do Intereclesial das Ceb's, na Diocese de Imperatriz.



São Luís

Em São Luís, a Comissão Pastoral da Terra Regional Maranhão (CPT–MA) lança a publicação anual Conflitos no Campo Brasil 2022, com os dados referentes aos casos de conflitos no último ano, com ênfase para os registros do Maranhão.


Martírio

O padre negro de sandálias surradas, como era conhecido padre Josimo Tavares pelos agricultores, foi um grande missionário que lutava em defesa dos lavradores constantemente ameaçados por grileiros em decorrência dos conflitos de terra. Foi assassinado com dois tiros no dia 10 de maio de 1986, na cidade de Imperatriz. Mandantes e executor foram presos e julgados, mesmo que alguns tardiamente. Os envolvidos no crime, em sua maioria, foram condenados.



Fotos e vídeos: padre Nonato, diocese de Imperatriz.

92 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page