• Secom

“Cuidemos da Amazônia”, pede Cardeal Leonardo Steiner

Dom Leonardo se tornou um dos novos conselheiros do Papa Francisco ao ser criado Cardeal na tarde deste sábado, 27, em Consistório Público, na Basílica São Pedro, em Roma


Denominado, desde a notícia da nomeação, como Cardeal da Amazônia, pelo povo brasileiro, Dom Leonardo se diz muito feliz com a alegria do povo amazonense. Foto: print

Essa foi uma exortação feita pelo neo-cardeal Leonardo Ulrich Steiner, por ocasião do anúncio da sua nomeação como Cardeal, durante o IV Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal, em junho deste ano. “Que cuidemos da nossa Amazônia, cuidemos da nossa Casa Comum, não deixemos que a destruam. A nossa Casa é o lugar da nossa vida, é o lugar do nosso encontro, é o lugar das nossas famílias, o lugar da nossa sociedade e da Igreja. Que especialmente saibamos cuidar dos povos, saibamos respeitar as culturas e os povos originários e que como Igreja possamos ser uma presença cheia de esperança”


A nomeação

Dom Leonardo Steiner, arcebispo de Manaus, presidente da Comissão Episcopal Especial para a Amazônia e membro da Diretoria da REPAM-Brasil, foi criado cardeal na tarde deste sábado, 27, juntamente com o arcebispo de Brasília, Dom Paulo Cezar Costa e outros 18 novos. O mais jovem cardeal é um missionário da Consolata, Dom Giorgio Marengo, com apenas 48 anos de idade.


A criação dos novos cardeais se deu em Consistório Público na Basílica de São Pedro, na tarde deste sábado, 27, na presença de cerca de 7 mil fiéis. É o oitavo Consistório.


O Papa Francisco está muito próximo de nós, diz Cardeal Leonardo

Denominado, desde a notícia da nomeação, como Cardeal da Amazônia, pelo povo brasileiro, Dom Leonardo se diz muito feliz com a alegria do povo amazonense com a sua nomeação e falou da atenção do Papa para com a Amazônia. “O nosso povo é muito afetuoso, tudo é mais familiar, é mais aconchegante e mostram o afeto, o carinho que o Papa tem pela nossa região e pelas nossas Igrejas que estão na Amazônia e isso me dá muita satisfação e alegria por, também, ver que o Papa está ligado à nossa Igreja. No tempo da pandemia ele já havia me ligado e com este gesto da nomeação, ele mostra o quanto está próximo de nós que vivemos na Amazônia”.


Pronunciamento de Francisco

Durante o Consistório Francisco focou sua fala sobre o fogo e o batismo fazendo alusão ao Deuteronômio e ao Evangelho de Lucas. “No caminho com os discípulos para Jerusalém, o Senhor faz um anúncio em estilo profético típico, usando duas imagens: o fogo e o batismo (cf. Lc 12, 49-50). O fogo deve trazê-lo ao mundo; o batismo terá que recebê-lo Ele mesmo. Tomo apenas a imagem do fogo, que aqui é a chama poderosa do Espírito de Deus, é o próprio Deus como “fogo devorador” (Dt 4, 24; Hb 12, 29), Amor apaixonado que purifica, regenera e transfigura tudo. Este fogo – como aliás também o “batismo” – revela-se plenamente no mistério pascal de Cristo, quando Ele, como coluna ardente, abre o caminho da vida através do mar escuro do pecado e da morte”.


Leia a íntegra do pronunciamento:

Pronunciamento do Papa Francisco durante Consistório Público


Anúncio da Canonização do Bem-Aventurado João Batista Scalabrini e do leigo Artêmides Zatti


Durante o Consistório o Papa Francisco anunciou a data da canonização dos beatos João Batista Scalabrini, bispo de Piacenza, fundador da Congregação dos Missionários de São Carlos e da Congregação das Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo, mais conhecidos como Scalabrinianos e Scalabrinianas, e Artêmides Zatti, leigo professo dos Salesianos: 09 de outubro de 2022.


Texto de Rosa M. Martins da Repam Brasil

36 visualizações0 comentário