• Secom

Bispos do Maranhão visitam papa Francisco, a partir de segunda (30)

Em comunhão, os bispos partilharão a vida da Igreja no Maranhão ao Santo Padre durante a visita Ad Limina Apostolorum



De 30 de maio a 04 de junho, os bispos do Maranhão, Regional Nordeste V da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, participarão da visita Ad Limina Apostolorum, no Vaticano.


Conforme explica o presidente do Regional Nordeste 5 e bispo da diocese de Coroatá, dom Sebastião Bandeira, o objetivo dessa visita é, em primeiro lugar, prestar comunhão ao Santo Padre, além de apresentar as propostas pertinentes à Igreja no Maranhão e estar atentos às opiniões dos cardeais. “Nós iremos visitar os organismos que fazem parte da nossa Igreja, queremos partilhar nossas preocupações em relação à vida do povo, à estrutura da nossa Igreja, colocar nossas inquietações, apresentar nossas propostas e também ouvir a opinião desses cardeais que acompanham a atividade da Igreja e ajudam o papa Francisco na sua missão”, disse.


Durante a semana os bispos participarão de celebrações em algumas Basílicas importantes como a Basílica de São Pedro, junto ao túmulo do primeiro papa, na Basílica de São Paulo, onde ele foi martirizado, e também na Basílica dedicada à Nossa Senhora. Além de visitas a entidades ligadas à vida da Igreja e instituições como o Colégio Pio Brasileiro, para onde alguns padres das nossas dioceses foram enviados aos estudos.


Bênçãos

“Esperamos que essa visita possa renovar em cada um de nós o nosso entusiasmo para a missão e também ser fonte de bênçãos para todo o nosso povo. Levaremos ao nosso papa Francisco o abraço de todos vocês e com certeza ele vai mandar e pedir a Deus que nos abençoe”, afirmou dom Sebastião.


Levaremos ao nosso papa Francisco o abraço de todos vocês


Dom Valentim Fagundes, dom Vilsom Basso, dom Valdeci e dom Elio Rama reunidos no aeroporto.

Dom Valentim Fagundes, bispo de Balsas e referencial para ação missionária, participa pela primeira vez da visita e sua pauta é sobre a nova evangelização. “Tem toda uma programação que é feita com antecedência que a própria cúria romana nos envia dizendo quais os Dicastérios que vamos visitar, quais as congregações a serem visitadas no Vaticano”.


Como dom Valentim, os bispos dom Evaldo, dom Rubival, dom Jan e dom Francisco irão participar pela primeira vez da visita. Enquanto que para dom Sebastião Bandeira, dom Sebastião Duarte, dom Valdeci, dom Gilberto, dom Elio, dom Armando, dom Vilsom será a oportunidade de reencontrar o Santo Padre e mostrar-lhe os avanços pastorais desde a última visita.


Visita Ad Limina Apostolorum

Segundo o Diretório da visita ‘Ad Limina’, a visita Ad limina Apostolorum é realizada por bispos que presidem na caridade e no serviço às Igrejas particulares em todo o mundo, em comunhão com a Sé Apostólica e tem um significado preciso, ou seja, o revigoramento da própria responsabilidade de sucessores dos Apóstolos e da comunhão hierárquica com o Sucessor de Pedro, e a referência na visita a Roma, ao túmulo dos Santos Pedro e Paulo, pastores e colunas da Igreja Romana.


É prevista no Código de Direito Canônico nos seus cânones 399-400:


Cân 399 – § 1. O Bispo diocesano está obrigado a apresentar de cinco em cinco anos um relatório ao Sumo Pontífice sobre o estado da diocese que lhe está confiada, segundo a forma e o tempo determinados pela Sé Apostólica.

Antes da concretização da visita, os bispos realizam três passos: 1 – Preparação Remota (preparação espiritual, a elaboração e o envio do relatório quinquenal, os contatos com o Representante Pontifício local). 2 – Preparação Próxima (acordos prévios com o departamento competente da Congregação para os Bispos para estabelecer as datas e os detalhes da visita). 3 – A Visita (peregrinação em homenagem ao túmulo dos Príncipes dos Apóstolos, o encontro com o Santo Padre, e os contatos com os Dicastérios da Cúria Romana).


Programação

Com a programação em mãos, os bispos do Regional Nordeste 5 dividiram as falas conforme a congregação ou área de referência pastoral de cada bispo maranhense. A seguir, confira a programação geral:


Segunda-feira, 30 de maio

7h30 - Missa na Basílica Papal de São Pedro (Altar do Túmulo de São Pedro)

9h - Sínodo dos Bispos (Via della Conciliazione, 34) - Dom Evaldo

11h - Dicastério para a Lei, Família e Vida (Piazza San Calisto, 16) - Dom Armando

12h15 - Dicastério para promover o desenvolvimento humano integral (Piazza San Calisto, 16) - Dom Valdeci.


Terça-feira, 31 de maio

7h30 - Missa na Basílica Papal de São João de Latrão.

9h30 - Congregação para Bispos (em Congregação Clero) - Dom Sebastião Bandeira.

12h30 - Congregação para as Causas dos Santos (em congregação Clero) - Dom Vilsom Basso.

15h - Congregação para a Adoração Divina e a Disciplina dos Sacramentos (em congreg. Clero) - Dom Gilberto Pastana.

16h30 - Congregação para Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica (em Congregação Clero) – Dom João Kot.


Quarta-feira, 1 de junho

7h30 - Missa na Basílica Papal de Santa Maria Maggiore

9h30 - Congregação para a Doutrina da Fé (em Congregação Clero) - Dom Rubival Cabral.

11h - Secretaria de Estado e Segunda Seção (Relações com Estados) - Dom Rubival Cabral.

17h - Dicastério de Comunicação (Via Conciliazione, 5) - Dom Gilberto Pastana.


Quinta-feira, 2 de junho

10h30 - Audiência com o Santo Padre - Dom Gilberto Pastana.

15h - Pontifícia Comissão para a Proteção dos Menores (na Congregação do Clero) - Dom Elio Rama.

16h - Comissão para a América Latina (Conciliação 1 a 4. Plano) - Dom Evaldo Carvalho.


Sexta-feira, 3 de junho

9h45 - Congregação para a Educação Católica (Piazza Pio XII, 3 no terceiro andar) - Dom Francisco Lima.

11h - Pontifício Conselho de Promoção da Nova Evangelização (Via Conciliazione, 5) - Dom Valentim Fagundes.

12h15 - Congregação para o Clero (Piazza Pio XII, 3) - Dom Sebastião Bandeira.

16h - Missa na Basílica Papal de São Paulo Fora dos Muros.


Sábado, 4 de junho

Visita ao Colégio Pio Brasileiro - Via Aurélia.




296 visualizações0 comentário