top of page
  • Secom

Ser Pascom: Comunicando a verdade no amor



O que ouvimos, o que vimos com nossos olhos, o que contemplamos, e o que nossas mãos apalparam do Verbo da vida (…) vo-lo anunciamos para que estejais em comunhão conosco”. (Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, n. 247).


Olá, somos a Pascom. A pastoral da comunicação surge da necessidade da Igreja em evangelizar a partir dos meios de comunicação social. O Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil nos apresenta que:


Pascom estrutura-se a partir dos documentos da Igreja, dos estudos e pesquisas na área da comunicação e das práticas comunicativas vividas e experienciadas pelas comunidades e grupos, convertendo-se em um eixo transversal de todas as pastorais da Igreja. Para que a comunicação encontre espaços para anunciar a todos a Boa Nova de Jesus Cristo, é necessário que a Pascom ocupe um lugar específico de atuação na vida eclesial, que lhe permita irradiar as ações próprias do campo da comunicação com sentido pastoral. O universo da comunicação abrange as distintas dimensões da realidade humana, enquanto o universo da pastoral envolve a dimensão sócio eclesial, relacionada aos diferentes ambientes da Igreja em sua missão de evangelizar.[1]

“A Pastoral da Comunicação está organizada em milhares de comunidades, paróquias e na maioria das dioceses do Brasil”[2]. Na Paróquia de Santa Teresinha surgiu há mais ou menos 15 anos e ganhou visibilidade, sobretudo, nos últimos anos. Tem intuito de comunicar a palavra de Deus e se envolver na comunicação dos diversos grupos e movimentos da nossa igreja. Graças ao serviço da pastoral, alguns membros conseguiram descobrir seus dons e hoje trabalham profissionalmente como comunicadores.


O Papa Francisco nos convida para em 2023, testemunhar a verdade no amor.


A não ter medo de proclamar a verdade, por vezes incómoda. Jesus chama-nos a atenção de que cada árvore se conhece pelo seu fruto (cf. Lc 6, 44). De igual modo «o homem bom, do bom tesouro do seu coração, tira o que é bom; e o mau, do mau tesouro, tira o que é mau; pois a boca fala da abundância do coração» (6, 45). Por conseguinte, para se poder comunicar testemunhando a verdade no amor, é preciso purificar o próprio coração. O apelo para se falar com o coração interpela radicalmente este nosso tempo, tão propenso à indiferença e à indignação, baseada por vezes até na desinformação que falsifica e instrumentaliza a verdade.”[3]

Ela encontra-se alicerçada em quatro eixos complementares, que são: espiritualidade, articulação, formação e produção. Quem não conhece o cerne da Pascom, acredita que o comunicar é resumido as fotos e vídeos, no entanto, ser Pascom é um desafio diário, é buscar diariamente diferentes meios de comunicar a fé, e anunciar Deus a partir do servir, é comunicar a Deus de diferentes maneiras.



Ser Pascom é anunciar valores que são vivenciados a partir da Palavra de Deus, da Eucaristia e principalmente da vida em comunidade. Ser Pascom é se reencontrar com Deus e com a nossa fé, se redescobrir diariamente e descobrir dons que nem imaginava existir. É vivenciar o querigma e viver de acordo com os anúncios do nosso maior comunicador, Jesus Cristo.


Ser Pascom é estar disponível para igreja, para os grupos, pastorais, movimentos e serviços. É a pastoral do ser e estar. É ser canal de divulgação da palavra de Deus, mensageiros do amor e da misericórdia de Deus.


Somos convidados a comunicar cordialmente, pois o falar amável abre espaços até para corações endurecidos. A comunicação acontece de coração a coração, basta amar bem para dizer bem


A Pascom é a voz que propaga o evangelho e missão da igreja em todos os lugares. É um encontro pessoal, um encontro com o outro, um encontro com Jesus. Ser Pascom é se reencontrar em si e na igreja. É buscar na comunicação um aprofundamento na fé.


Na Pascom a comunicação se inicia de dentro para fora, é a voz que vem do coração. É canal da palavra de Deus. Falar a partir de uma linguagem sinodal, promovendo uma linguagem de paz. É o comunicar para humanizar, pois evangelizar é comunicar.


Ser Pascom, é cuidar do espiritual, para articular, formar e produzir para o bem comum. Ser Pascom é uma benção, uma missão, um dom.

Pascom Bacabal- Catedral Diocesana Santa Teresinha

Texto redigido por Gleiciane Brandão Carvalho, a partir das falas dos membros da Pascom da Paróquia Santa Teresinha em Bacabal-Ma e narrado por Morgana Viana Costa.

Fotos: Pascom Bacabal - Catedral Diocesana Santa Teresinha .

[1]Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, n. 244 [2] Site Pascom Brasil: https://pascombrasil.org.br/pascom/ [3] Trecho retirado da carta do Papa Francisco para o 57º dia mundial das comunicações sociais

48 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page