• Secom

Romaria a Aparecida pela Paz, Vida Plena e Democracia



Milhares de pessoas se reuniram, no domingo, 23 de outubro, no Santuário de Aparecida, caminhando em Romaria pela Paz, Vida Plena e Democracia.

Os romeiros e romeiras caminharam da Basílica histórica até o Santuário nacional, onde foi celebrada a Eucaristia, junto com muitas outras pessoas, vindo de muitas partes do Brasil.

A poucos dias do segundo turno das eleições, no Brasil crescem fenômenos de intolerância, racismo, violência, ameaça, desrespeito e manipulação das religiões.

A Romaria foi convocada para invocar paz e justiça, no processo eleitoral e no exercício do poder legislativo e executivo que será outorgado pelo voto.

Entre cantos e refrões de paz e esperança, ressoaram também trechos da carta dos bispos do Brasil, escrita por ocasião da Assembleia Geral da CNBB no final do mês de agosto.

“Constatamos os alarmantes descuidos com a Terra, a violência latente, explícita e crescente, potencializada pela flexibilização da posse e porte de armas que ameaçam o convívio humano harmonioso e pacífico na sociedade. Entre outros aspectos destes tempos estão o desemprego e a falta de acesso à educação de qualidade para todos. A fome é certamente o mais cruel e criminoso deles”.

A Romaria invocou a benção e a proteção de Nossa Senhora Aparecida sobre o processo eleitoral, já que – como alertam os bispos – “tentativas de ruptura da ordem institucional, veladas ou explícitas, buscam colocar em xeque a lisura desse processo, bem como, a conquista irrevogável do voto”.

As mesmas entidades que organizaram a Romaria divulgaram, no mesmo dia, a nota “Profecia e esperança”, assinada por muitas pastorais e organizações religiosas. Nela, destaca-se a esperança que “a democracia e nosso voto possam contribuir para modificar a realidade, voltando a ter justiça e paz para as famílias e comunidades de nosso país”. Uma oração, composta por ocasião da Romaria, foi divulgada e rezada por muitas comunidades que acompanharam a Romaria à distância. Segue um trecho dela:

Hoje voltamos à sua casa, Mãe Aparecida, como Povo de Deus, romeiro, com uma fé livre, que não se deixa manipular. Lhe invocamos também como Mãe da Democracia, da fé que se faz compromisso, que encanta a política, que não se deixa sufocar pelo ódio, que não acredita nas armas, que caminha de esperança em esperança, que vai regenerar o nosso Brasil! Mãe missionária, mãe dos caminhantes, ensina-nos a caminhar, nas pegadas dos mártires e dos mestres, mulheres e homens, cidadãos do Reino sempre em construção!

Entidades Organizadoras da Romaria Comissão Brasileira Justiça e Paz Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara Comissão Justiça e Paz de Brasília – CJP/DF Ordem Franciscana Secular Sudeste, MG (OFS) Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Betim/CDDH/ Betim/MG Comissão Justiça e Paz da CNBB Regional Sul 1 Comissão Justiça e Paz de São Paulo Conselho Nacional do Laicato do Brasil/CNLB Nacional Conferência dos Religiosos do Brasil/CRB Nacional Articulação Brasileira pela Economia de Francisco e Clara Serviço Interfranciscano de Justiça, Paz e Ecologia/Sinfrajupe Pastoral de Fé e Política do Estado de SP Comissão Pastoral da Terra do estado de SP Pastoral da Saúde do Regional Sul 1/SP 6ª Semana Social Brasileira Regional Sul 1/SP Comissão Pastoral da Terra (CPT Nacional)

10 visualizações0 comentário