• Secom

Dom Walmor: “Convocados a intensificar urgentes gestos concretos de solidariedade”



Desde a última semana, os impactos das chuvas em Minas Gerais se intensificaram, com pessoas ilhadas, transbordamento de barragem, alagamentos, desabamentos e interdição de rodovias. O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, manifestou solidariedade às vítimas e visitou comunidades em Nova Lima (MG), na região metropolitana da capital mineira.


“Mobilizados, tristes e sensibilizados com a situação das vítimas das fortes chuvas, especialmente na Bahia e em Minas Gerais, estamos em comunhão de orações, convocados a intensificar urgentes gestos concretos de solidariedade”, afirmou dom Walmor, no último domingo, 9. O arcebispo também suplicou a Deus que conforte os familiares dos que perderam a vida na tragédia de Capitólio.


“Estamos em comunhão com dom José Aristeu Vieira, bispo da Diocese de Luz, que abrange a região de Capitólio, pedindo a Deus pelas vítimas, pelos familiares enlutados, e também por aqueles que permanecem mobilizados para trabalhos no Lago de Furnas e no socorro imediato aos mais necessitados em tantos outros lugares”, disse.


Em visita à cidade de Nova Lima, neste domingo, onde houve enchentes nos bairros Honório Bicalho e Santa Rita estão sofrendo com as enchentes, dom Walmor se reuniu com padres e visitou comunidades de fé. Segundo a arquidiocese, o arcebispo “também esteve com evangelizadores mobilizados para ajudar as vítimas das enchentes”. Dom Walmor celebrou a Eucaristia e agradeceu pelos gestos de solidariedade. Ele ainda esteve com os voluntários que se dedicam ao preparo dos alimentos para as pessoas que tiveram que deixar as suas casas.


Solidariedade em Rede


A arquidiocese de Belo Horizonte está mobilizada após o agravamento das consequências das chuvas na região metropolitana da capital, desde a última sexta-feira. A iniciativa Solidariedade em Rede reúne paróquias da arquidiocese para ajudar as centenas de famílias atingidas. Diversos pontos de acolhimento dos desalojados e desabrigados estão funcionando na arquidiocese de Belo Horizonte, assim como pontos para recebimento de donativos. Também voluntários têm se juntado para auxiliar nas ações emergenciais.


As informações indicam situação crítica em diversas cidades da Região Metropolitana, como Betim, Brumadinho, Ibirité, Nova Lima (Honório Bicalho), Raposos, Rio Acima, Sabará e Santa Luzia. Todas recebem acolhimento da Solidariedade em Rede.


Em Brumadinho e região, mais de 400 pessoas estão desabrigadas e o abastecimento de água está comprometido. O bispo auxiliar, dom Vicente Ferreira, responsável pela Região Episcopal Nossa Senhora do Rosário, acompanha de perto a situação e partilhou na noite de ontem o que está vivenciando com a população local.


“Estamos num mar revolto, sem ver o cais. A enchente tirou de casa nossa gente. Buscamos saída, com poucos lados. Estamos ilhados. O que conforta é o corpo todo no meio do povo que sofre. E a fé de que Deus está desalojado conosco”, escreveu em seu Twitter.


O Solidariedade em Rede, da arquidiocese de BH, recebe recursos para os desabrigados por meio de duas contas bancárias.


Transferências ou PIX


Providens Ação Arquidiocesana Social

Banco Santander – Ag. 3476

Conta corrente- 13077880-2


CNPJ: 17.272.998/0001-86

Pix: 31989789390



Vicariato para Ação Social

Banco do Brasil – Ag. 3494-0

Conta corrente – 26227-7


CNPJ: 17.505.249/0280-80

Pix: 31988187076

4 visualizações0 comentário