• Secom

Comunicadoras do Maranhão participam de Encontro da Repam Brasil


Comunicadores receberam certificado de participação no Encontro.

Entre os dias 28 e 31 de julho, a cidade de Belém, no Pará, recebeu comunicadores dos regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil que compõem a Amazônia, a saber: Norte 1, Norte 2, Norte 3, Noroeste, Oeste 2, Nordeste 5. A formação para comunicadores populares foi promovida pela Rede Eclesial Pan-Amazônica - Repam, Brasil, durante o X Fórum Social Pan-Amazônico – Fospa.


O Encontro iniciou com a caminhada pelas ruas do Centro de Belém, a Marcha de abertura do X Fórum Social Pan-Amazônico, que ecoou como um pedido de socorro dos povos da floresta e um apelo à conscientização ambiental.


Na sede da CNBB Norte 2, os comunicadores convidados receberam conteúdos formativos sobre redes sociais, comunicação popular, comunitária e alternativa, teorias da imagem e gerenciamento de crise. A assessoria ficou por conta de irmã Rosa Martins (assessoria de comunicação da Repam), Leon Souza e Michele (Casa Galileia), Paulo Santiago e Joelma Viana (eixo comunicação Repam).


Os comunicadores ainda puderam executar na prática, o conteúdo ministrado pelos assessores, durante as atividades do X Fospa. Uma experiência única de conhecer a variedade cultural dos povos da Amazônia, bem como suas lutas e dores na defesa de seu território, na defesa da preservação da Casa Comum.


Eanes Silva e Ariana Frós, representaram o Regional Nordeste 5.

Do Regional Nordeste 5, duas comunicadoras foram convidadas: Ariana Frós (assessoria de Comunicação da CNBB-MA) e Eanes Silva (radialista e comunicadora popular de Balsas).


O material elaborado pelos comunicadores pode ser encontrado no site da Repam Brasil, e até no Vatican News.


A seguir alguns links das produções:


https://repam.org.br/educacao-ambiental-jovens-ribeirinhos-assumem-consciencia-ecologica-em-favor-da-casa-comum/


https://repam.org.br/quero-levar-pro-meu-povo-que-eu-encontrei-tambem-um-povo-que-luta/


Fospa

O Fórum Social Pan-Amazônico (FOSPA) é um evento/processo de alcance global que surge no âmbito do Fórum Social Mundial, para lutar pela vida, a Amazônia e seus povos. É um espaço de articulação dos povos e movimentos sociais para a incidência e a resistência política e cultural frente ao modelo de desenvolvimento neoliberal, neocolonial, extrativista, discriminador, racista e patriarcal.


Sobre a Repam

A Rede Eclesial Pan-Amazônica – REPAM-Brasil constitui um serviço da Igreja no Brasil para os povos da Amazônia. É um esforço da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), das Igrejas Particulares (dioceses e prelazias), paróquias, comunidades, organizações sociais, cooperadores nacionais e internacionais para a defesa dos direitos humanos de mulheres e homens, ribeirinhos, indígenas, quilombolas, extrativistas, pescadores, e tantas outras expressões e trajetórias de vida emersas na Amazônia.


Ao lados dos articuladores Repam, os comunicadores trocaram experiências e absorveram novos conteúdos.

24 visualizações0 comentário