top of page
  • Secom

Com vista a um “Projeto Popular para o Brasil”, Pastorais Sociais - REPAM MA realizam Assembleia



Animados e iluminados pela palavra de Deus em vista de vida plena, as Pastorais Sociais - REPAM do Regional Nordeste 5 realizaram de 29 de setembro a 1º de outubro, sua Assembleia Regional, no Centro de Treinamento de Dom Luís Marellim, no Morro do Alecrim, Caxias, na Diocese de Caxias.


A Assembleia teve como tema “Projeto Popular para o Brasil”, e contou com a participação de nove dioceses, além de representantes das coordenações de pastorais e organismos do Regional Nordeste 5; dom Valdeci Mendes, bispo de Brejo (MA), presidente da Comissão Episcopal para a Ação Sociotransformadora da CNBB e referencial para as Pastorais Sociais - REPAM no Regional Nordeste 5; dom Sebastião Duarte, bispo da Diocese de Caxias e vice-presidente do Regional NE5; de Martha Bispo, secretária executiva do Regional NE5; e de Dorismeire Vasconcelos, articuladora territorial da REPAM – Brasil.


“Essa assembleia tem exatamente uma proposta de avaliarmos a nossa caminhada, mas ao mesmo tempo fazendo um link com a 6ªSemana Social Brasileira, nós estamos refletindo sobre o Brasil que temos e o Brasil que queremos. A importância de construirmos juntos e juntas um projeto popular, um projeto que venha de encontro aos anseios do povo, principalmente beneficiando as comunidades tradicionais, os povos indígenas, povos originários”, afirmou dom Valdeci Mendes.

As Pastorais Sociais do Maranhão buscaram vivenciar nesses dias uma reflexão em busca de um comprometimento com a vida e vida com dignidade, a partir das experiências vivenciadas pelas comunidades tradicionais, comunidades dos povos originários, bem como das experiências vivenciadas nas periferias. “É isto que vai gerando e vai nos ajudando a ter compreensão de um Brasil mais justo e mais fraterno onde todos e todas tenham vez e sejam tratados com vida e vida com dignidade”, evidenciou dom Valdeci.

Na ciranda social com oração, leitura e meditação da Palavra de Deus no ofício divino das comunidades.

Defesa e a serviço da vida dos povos e territórios

Participante da Assembleia, representando a Repam-Brasil, Dorismeire Vasconcelos, afirma que as experiências vividas na Assembleia puderam tecer sonhos e ações com comunhão e participação. “Ver o Maranhão e o Brasil que temos e discernir a partir da realidade, do magistério da Igreja e da Palavra de Deus, o Maranhão e o Brasil que queremos firmando um projeto popular para o nosso país e nos decorrem dos três dias fomos tecendo sonhos e ações numa tecitura de comunhão, participação, missão firmando uma pastoral de conjunto em rede de sinodalidade voltado ao enfrentamento dos desafios da realidade que impactam a vida dos povos e territórios. Assim, todos e todas participantes da Assembleia das Pastorais Sociais e REPAM Maranhão firmamos um pacto com a vida na defesa dos direitos inalienáveis dos povos e territórios para firmar a Ecologia Integral e as prioridades do Regional Nordeste 5, da REPAM-Brasil, da 6ª Semana Social Brasileira num grande mutirão de compromisso pela Vida”, disse.



Dom Valdeci afirma ainda que a Assembleia Regional é um marco para fortalecimento das pastorais sociais no Maranhão. “A Assembleia quer nos ajudar a fortalecer as nossas pastorais, organismos do povo de Deus, mas ao mesmo tempo fazermos propostas concretas para o projeto popular que nós sonhamos que seja para todos e todas, e de modo especial aqueles e aquelas que mais são, eu diria, excluídos e excluídas da sociedade”, concluiu dom Valdeci Mendes.


“Foi um momento em que a REPAM- Brasil se alegra de ver o quando o trabalho em rede no território vem se consolidando e numa tecitura de comum união avançando em pontos importantes na defesa e a serviço da vida dos povos e territórios para uma ecologia integral, mesmo diante dos enormes desafios socioambientais. E nós da REPAM-Brasil continuaremos apoiando e animando essa caminhada junto com os bispos e o amado povo de Deus da amada Igreja no Maranhão”, concluiu Dorismeire.


Grito dos Excluídos


Dentro da programação da Assembleia, os participantes realizaram o Grito dos Excluídos, numa caminhada animada que saiu do CT pelas ruas da cidade de Caxias, finalizando na praça central com espírito missionário de participação e comunhão entre as pastorais sociais do Maranhão.


Fotos: Pascom Diocese de Caxias.

51 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page