top of page
  • Secom

Bispos do Maranhão, em Privativa, reúnem-se com representantes das Pastorais Sociais/Repam




Reunidos na casa das Irmãs de São José de São Jacinto, no bairro do Filipinho, em São Luís-MA, desde a segunda-feira, 15 de janeiro, os bispos dos Regional Nordeste 5 estão em avaliação e planejamento das ações evangelizadoras da Igreja Católica no Maranhão no encontro do Conselho Episcopal do Regional Nordeste 5 – CONSER, também chamado de Privativa dos Bispos.


A reunião do Conselho Episcopal do Regional Nordeste 5 – CONSER, acontece duas vezes por ano, sendo que neste ano de 2024, no primeiro semestre é realizada na Arquidiocese de São Luís, e no segundo semestre será realizada na Diocese de Grajaú.


Participam desta Privativa 10 dos 12 bispos do regional. Dom Armando Martinez, bispo da Diocese de Bacabal, e dom Élio Rama, bispo da Diocese de Pinheiro, estão ausentes por motivos de saúde.


As Pastorais Sociais/Repam

No segundo dia do Conselho, os bispos receberam a visita dos representantes das Pastorais Sociais/Repam, além da participação do professor Francisco Gonçalves, que fez uma leitura do atual cenário político-social do Maranhão e Brasil.


Na oportunidade, os epíscopos apreciaram a análise construída pelas Pastorais Sociais/Repam com um resumo das ações realizadas em 2023 e seu ponto de vista em relação às tratativas de cunho social que também devem ser vistas e revistas pela Igreja. Dom Valdeci Mendes, que é bispo referencial para as Pastorais Sociais no Regional Nordeste 5, fala da importância desse momento para o CONSER:




Além dos pontos citados pelos representantes das Pastorais Sociais/Repam como desmatamento e a expansão em larga escala do agronegócio, foi abordado também questões como o aumento nos casos de violência, a impunidade nos casos de violência contra os povos indígenas do Maranhão, fazendo-se necessária uma ampla articulação para fortalecer ainda mais as Pastorais Sociais/Repam no Maranhão.


Hoje, as estratégias das Pastorais Sociais/Repam perpassam pelo apoio de organizações parceiras que atuam em diversos pontos do território maranhense, como: Teia dos Povos e Comunidades Tradicionais do Maranhão, Rede Mandioca, Coletivo de organizações contra a violência no Campo.


Entre os representantes das Pastorais Sociais/Repam, estavam Gilderlan Rodrigues, do CIMI; Mayara Neves, da Pastoral da Juventude; Lena Machado e Lucineth Cordeiro, da Cáritas Maranhão; Maria da Conceição, da Pastoral Carcerária; Missileia Silva Costa, da Pastoral da Criança; Jaqueline Barros, da Pastoral da Mulher; padre Mardônio Cabral, da Pastoral dos Pescadores; Euraldina Vieira, das CEBs.




Sobre as Pastorais Sociais/Repam

A articulação das Pastorais Sociais/Repam no Regional Nordeste 5 é formada por Cáritas Maranhão, CEBs, Conselho Indigenista Missionário, Comissão Pastoral da Terra, Conselho Pastoral dos Pescadores, Pastoral da Criança, Pastoral da Juventude, Pastoral da Mulher, e participação direta e atuante do Secretariado Executivo do regional.



 

 

403 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page