top of page
  • Secom

Seminário reflete "a comunicação como prática de vivência da sinodalidade e do bem viver”


Entre os dias 1º e 2 de abril aconteceu o Seminário Regional para Comunicadores Comunitários do Regional Nordeste 5 em parceria com a Repam Brasil. O evento foi realizado na Casa de Encontro dos Combonianos, em São Luís-MA, e teve a participação de representantes das Pastorais Sociais de sete dioceses do Maranhão.


Durante o encontro, os participantes refletiram o tema: “A comunicação como prática de vivência da sinodalidade e do bem viver”, com a assessoria da Repam Brasil e equipe de Articulação do Regional Nordeste 5.


“O Seminário foi ótimo, com uma presença significativa. Esperamos melhor e ampliar a comunicação não só das Pastorais Sociais, mas no todo, estamos trabalhando a sinodalidade também neste sentido da Comum união, ou seja, em rede, para que de fato consigamos sensibilizar mais a sociedade e outros no cuidado com o outro e com a casa comum. Um dos pontos levantados foi justamente buscar mostrar o lado mais positivo da atuação das pastorais e movimentos, e o cuidado com as fake news”, declarou Adriana Aleixo, coordenadora regional da Pastoral da Criança e membro da articulação das pastorais sociais no Regional Nordeste 5.


Durante os dois dias de seminário, os participantes discutiram temas como a comunicação encarnada de Jesus, o Bem Viver, desafios, perspectivas e como promover uma comunicação transformadora baseada na opção comunicacional pelos pobres.


Entre as discussões, foi destacada a importância da Pastoral da Comunicação em contribuir com as demais pastorais e movimentos nas dioceses, promovendo uma comunicação transformadora e inclusiva. Além disso, foram discutidas as realidades das dioceses do Regional Nordeste 5 e como a comunicação pode ser uma ferramenta importante para fortalecer as pastorais sociais, organismos e movimentos.


Representando a Repam Brasil e a Rede de Notícias da Amazônia, Joelma Viana assessorou o Seminário, que tratou da importância de se trabalhar uma comunicação em rede, pensando no quesito Amazônia.


De certo, o evento foi um momento de grande partilha e troca de experiências, e reforça a importância da comunicação como uma ferramenta para a construção do Bem Viver em comunidade.


Por Ariana Frós, com contribuição de Denyse Nunes, do Conselho Pastoral dos Pescadores do Regional NE 5.

14 visualizações0 comentário

Yorumlar


bottom of page