• Secom

Regional Nordeste 5 reúne Conselho Regional de Pastoral



O Conselho Regional de Pastoral (CERP) esteve reunido nesta quarta-feira, dia 14/09, no Instituto de Estudos Superiores do Maranhão, IESMA, em São Luís. O Conselho Regional de Pastoral é formado por todos os coordenadores de pastorais, grupos de movimentos bispos e sacerdotes do Regional Nordeste 5 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.


A reunião iniciou com um momento de espiritualidade e partilha com recordação da vida e preces, conduzido por Martha Bispo, secretária executiva do Regional Nordeste 5. Em seguida, Igor de Sousa, sociólogo e assessor da Cáritas Maranhão, realizou uma análise de conjuntura sobre o atual momento no Maranhão e no Brasil, e de que forma atinge, sobretudo, os mais vulneráveis da sociedade ao destacar os conflitos territoriais existentes no Estado.


“Mas, nem tudo é desanimo. O Maranhão tem dado bons exemplos de resistência, de como caminhar juntos, com esforços épicos de acompanhar e resistir a esses grandes empreendimentos depredadores dos territórios dos povos tradicionais”, enfatizou Igor.
Ao centro, Igor de Sousa, apresenta sua análise para a assembleia presente.

Na oportunidade, Igor lembrou ainda da missão da 6ª SSB que aconteceu no Maranhão, que pretendeu, sobretudo, visualizar como vivem as comunidades tradicionais no Maranhão. Salientou que o clero tem se posicionado mais em favor dos mais pobres e vulneráveis com uma caridade transformadora que percorre todo o ano.


Sinodalidade

A sinodalidade esteve em pauta na reunião e foi apresentada por dom Armando Martinez que destacou os objetivos do processo sinodal. Dom armando apontou ainda alguns entraves para a sinodalidade como o “clericalismo” e o “carreirismo”. Ressaltou que a fase de escuta nas igrejas particulares foi concluída em agosto de 2022, e que agora está na fase continental, que se estende até março de 2023, e a fase final prevista para outubro de 2023.

Dom Armando Martinez apresentou os objetivos do processo sinodal.

Gilderlan Rodrigues, coordenador do Conselho Indigenista Missionário (CIMI), compartilhou um pouco sobre as atividades da 6ª SSB, e a realização do seminário sobre Encantar a Política, que foi aprofundado por Martha Bispo ao abordar sobre o objetivo do projeto “Encantar a Política”. “O projeto Encantar a Política” surge como um despertar para que o povo brasileiro possa voltar a acreditar na política como forma de mobilização social”, afirmou Martha.

Gilderlan Rodrigues partilha as experiências vivenciadas na 6ª Semana Social Maranhense realizada em Caxias.

Partilhas

No período da tarde, foi apresentado a todos por Martha Bispo, o “Documento de Santarém 50 anos: Gratidão e Profecia”, divulgado no IV Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal, e um breve resumo sobre este Encontro em Santarém. Na ocasião, foram entregues os documentos aos presentes.

Martha Bispo, secretária executiva do Regional Nordeste 5 destacou o “Documento de Santarém 50 anos: Gratidão e Profecia”.

O “Documento de Santarém 50 anos: Gratidão e Profecia” traz indicações para a prática missionária atual e as atualizações das diretrizes e prioridades elaboradas há 50 anos, destacando as resoluções sobre a defesa dos direitos humanos, dos povos da Amazônia e da natureza. O documento de Santarém foi redigido de forma participativa por leigos/as, bispos e sacerdotes.


Concluindo a agenda do dia, os representantes das pastorais partilharam suas experiências e atividades a serem realizadas nos próximos meses. A reunião foi finalizada com a benção final proferida por dom Sebastião Bandeira, bispo de Coroatá e presidente do Regional Nordeste 5.



Texto e fotos: Ariana Frós - Comunicação Regional Nordeste 5.

14 visualizações0 comentário