Em entrevista, dom Sebastião incentiva "É Tempo de Cuidar" e os trabalhos pastorais no Regional NE 5


O presidente do Regional Nordeste 5 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, e bispo de Coroatá, dom Sebastião Bandeira, concedeu, na manhã do dia 1º junho, entrevista ao programa Roda Viva, da Rádio Educadora AM 560, sob a apresentação de Valéria Baldez, Luís Filho e Mateus do Brasil, em cadeia com a Rádio Educativa 106.3, de Coroatá, sob a apresentação de Givanildo Araújo. Na oportunidade, dom Sebastião falou a respeito da Ação Solidária Emergencial "É Tempo de Cuidar" e sobre a Igreja no Maranhão.


Atualmente em sua segunda fase, a Ação Emergencial “É Tempo de Cuidar”, de acordo com dom Sebastião, reforça as diversas iniciativas de solidariedade já existentes nas paróquias e santuários que formam as 11 dioceses e a arquidiocese do Regional.


Sobre o Sínodo dos Bispos, dom Sebastião esclareceu a terminologia da palavra Sínodo, que traz o significado de “caminhar juntos” em sua tradução. Fez referência à Assembleia Eclesial do Caribe, que vai acontecer em novembro, e pediu aos ouvintes que participem do Processo de Escuta, pois a “Igreja precisa saber o que o povo sente”.


A respeito dos trabalhos pastorais e restrições nas igrejas neste tempo de pandemia, dom Sebastião afirmou que a Igreja defende em primeiro lugar a vida, com todos os esforços, por isso aderiu às medidas de prevenção. “A Igreja do Maranhão percebeu que precisava paralisar suas atividades e depois foi abrindo com restrições e com muito cuidado, pois Deus quer a pessoa viva. A glória de Deus é a pessoa viva. Podemos continuar a ser Igreja vivendo em casa, neste tempo que exige isolamento social”, afirmou.

Podemos continuar a ser Igreja vivendo em casa, neste tempo que exige isolamento social

Ao ser questionado sobre a atual situação do país, em relação à pandemia e a vacinação, como principal medida de prevenção, dom Sebastião afirmou que a Igreja defende a vida e orienta a vacinação. “Somos contra essa atitude que nega a gravidade dessa doença. Não podemos menosprezar a morte de tantas pessoas. Sendo assim, a posição da Igreja será de defender um apreço aos profissionais da saúde e de outras atividades essenciais. De defender a vacina, um auxílio emergencial justo, e a garantia de saúde”, disse.


No mês de junho, a Rádio Educadora comemora seu aniversário de fundação, e dom Sebastião aproveitou para parabenizar a Rádio. “A Rádio Educadora é uma grande benção. Um instrumento de evangelização e de desenvolvimento para o Maranhão. Faço votos de que a Rádio possa continuar o seu trabalho tão eficaz”, incentivou.


Aos comunicadores do Regional, por ocasião do Dia Mundial das Comunicações Sociais celebrado no mês de maio, dom Sebastião lembrou que o papa Francisco convida a evangelizar as pessoas onde elas estão, e fazer isso através do rádio é uma forma também de chegar ao coração das pessoas. “Quando eu levo a minha mensagem através da Rádio, eu chego ao ouvido, eu chego ao coração das pessoas. E que essa mensagem ajude nosso povo a cuidar de si, a ter mais esperança, a não desanimar diante das dificuldades e a ser mais solidário, principalmente nesse tempo que exige de nós essa preocupação com o outro”.


Ao final da entrevista, dom Sebastião Bandeira elogiou a experiência da transmissão em conjunto com a Rádio Educativa de Coroatá, e proferiu uma benção especial a todos os ouvintes.


Dom Sebastião e os jornalistas Luís Filho e Valéria Baldez

80 visualizações0 comentário