top of page
  • Secom

Em defesa da vida, Pastoral Familiar da Arquidiocese de São Luís promove Fórum

O III Fórum ocorreu no dia 21 de agosto, de forma híbrida, na Paróquia São João Calábria, em São Luís



Por setor de comunicação da Pastoral Familiar


“A Pastoral Familiar em defesa da vida e da família”, com este tema a Comissão da Pastoral Familiar da Arquidiocese de São Luís, no Regional Nordeste 5, realizou o III Fórum das Famílias, no dia 21 de agosto (sábado), na Paróquia São João Calábria, em São Luís.


O evento aconteceu de forma híbrida. Seguindo os protocolos sanitários vigentes, cerca de 150 agentes marcaram presença. E de forma online, cerca de 40 participantes conectados, dentre eles, o casal coordenador nacional, Luiz e Kátia Stolf. O vídeo, que se encontra disponível no canal do YouTube da Pastoral Familiar, soma mais de 500 visualizações até o momento.


Durante toda a tarde, os agentes puderam ouvir palestras, testemunhos e projetos voltados para a defesa da vida que perpassam todo o trabalho da Pastoral Familiar. O evento deixou claro a máxima: “a vida em primeiro lugar”; E fez uma ligação com a Semana Nacional da Vida que acontece no mês de outubro em todo país, que foi apresentada pelo casal coordenador da Pastoral Familiar no Regional Nordeste 5, Joimar e Lourdes Franco.


“A defesa da vida e da família frente aos desafios”

O evento contou com a participação do padre Heitor Morais com um testemunho marcante sobre "A alegria da vida em família"; Padre Orlando Ramos, que é o assessor espiritual da Pastoral Familiar na Arquidiocese de São Luís, abordou o tema “A defesa da vida e da família frente aos desafios”, afirmando que a Pastoral Familiar deve estar em defesa da vida desde o início até o seu fim natural. Levantou ainda a questão do suicídio, pedindo aos agentes que atuem prevenindo e combatendo os aumentos dos casos, pós-pandemia.


​A promotora de justiça, Drª Cristiane Lago, contribuiu com relatos de experiências que defendem a vida. Em sua fala, a promotora afirmou que a sociedade melhora à medida que as famílias melhoram e passam a entender que Deus deve ser a base. “Cada um deve se esforçar para desempenhar da melhor forma possível as suas responsabilidades, a partir de uma visão da palavra de Deus, com base no que Deus nos orienta do que é família”, disse.


Drª Cristiane enfatizou ainda sobre a importância deste evento. “Um fórum desse é fundamental e muito importante porque chama atenção dos pais, das mães e dos filhos para os seus papéis. A refletirem e corrigirem onde estão errando, retomarem relacionamentos, perdoarem o que aconteceu de errado no ambiente familiar e reconstruir suas famílias”, completou.


"A alegria de poder salvar vidas"

O casal de médicos, Dr. Nonato e Dra. Marlene Martins, participantes da Pastoral Familiar da Paróquia São Paulo Apóstolo, deram o testemunho "A alegria de poder salvar vidas", e contaram dois relatos de casais que queriam abortar seus filhos por apresentarem problemas fisiológicos. “Onde não existe amor, existe dor, existe choro, manifesta-se o desejo de abortar”, disse dr. Nonato.


Dr. Nonato, em sua participação, deixou claro que existem leis para casos especiais favoráveis ao aborto, mas em primeiro lugar, devemos defender a vida. “Existem leis para casos especiais, mas para tentar contra a vida de alguém com o aborto, estes um dia foram amados por seus pais e por isso não foram abortados. Assim como os que votam para fazer leis a favor do aborto, votam porque também foram amados por seus pais e não foram abortados”, declarou.


“Promovendo vidas”

O casal Patrícia Soeiro e José Ribamar Santos apresentaram o núcleo de serviço à vida, abordando, sobretudo, as diversas formas de contribuir com a defesa da vida, sendo a principal arma, o amor. Logo em seguida, o casal Antônio Carlos e Terezinha fizeram o lançamento oficial do projeto “Promovendo vidas: estreitando laços e resgatando vidas”. Uma iniciativa do Setor Casos Especiais da Arquidiocese de São Luís que visa mostrar a estruturação do setor nas paróquias de forma simples e objetiva.


O III Fórum das Famílias foi finalizado com a Santa Missa, presidida pelo padre Orlando Ramos, concelebrada pelo vigário paroquial, padre Osvaldo Marinho, auxiliada pelo diácono permanente Marcos Cruz. Em sua homilia, padre Orlando abordou os desafios das famílias diante das novas ideologias que se encontram na sociedade. Enfatizando, sobretudo, a defesa da vida e que a Pastoral Familiar deve aderir sempre ao projeto de Deus.


O evento marcou o retorno das atividades presenciais em nível de arquidiocese e para os participantes foi um retorno enriquecedor. “Eu participei, gostei muito, estava com sede desses momentos. No meu ponto de vista, o Fórum foi muito rico”, disse Maria Betânia, da Paróquia Nossa Senhora da Penha.


O lema do encontro “Alegria do amor na família” é retirado do tema central da Semana Nacional da Família 2021, e marca assim o encerramento dos trabalhos da SNF na Arquidiocese de São Luís.










76 visualizações0 comentário
bottom of page