top of page
  • Secom

Diocese de Caxias do Maranhão realiza abertura do jubileu de 25 anos do Seminário Maior São José



No último sábado (16), aconteceu a abertura do tempo jubilar pelos 25 anos do Seminário Maior São José da diocese de Caxias do Maranhão, que compreenderá os meses de março a setembro deste ano e traz como tema: "Formando para Servir". A abertura aconteceu com o início do Tríduo em honra ao padroeiro, São José, na sede do Seminário, na rua Coelho Neto, Centro Histórico de São Luís, com missa presidida por dom Sebastião Duarte, bispo da diocese e vice-presidente do Regional Nordeste 5, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).


"Estamos abrindo esse tempo de jubileu com muita alegria e agradecimento a Deus para a casa de formação dos nossos futuros padres. Que possamos marcar esse tempo com muita intensidade na diocese de Caxias do Maranhão", destacou dom Sebastião.


Com isso, os seminaristas, juntamente com o reitor do Seminário, padre Raimundo Rios Santos, e todas as paróquias e a Catedral, por intermédio de dom Sebastião, irão vivenciar esse tempo jubilar com todos os fiéis leigos e religiosos.


Linha do tempo do Seminário Maior São José

  1. Seminário Interdiocesano: A formação dos presbíteros das 12 dioceses que compõem o Regional Nordeste 5 da CNBB, até o ano de 1999, era realizada no Seminário Interdiocesano Santo Antônio, localizado na capital, São Luís.

  2. Fundação do Seminário Maior São José: Por ocasião do desmembramento do Seminário Interdiocesano, fundou-se o Seminário Maior São José da Diocese de Caxias, na Paróquia São Pantaleão, com abertura oficial aos 08 de setembro de 1999, na solenidade da Natividade da Bem-aventurada Virgem Maria. O ato solene foi marcado por uma celebração eucarística, presidida pelo então bispo diocesano dom Luís D’Andrea e concelebrada pelo primeiro reitor, padre Osório Barbosa.

  3. Padroeiro: Dom Luís Marelim, bispo primaz da diocese, fundou o Seminário Menor São José, localizado em Caxias, que ficou inativo por cinco anos durante o pastoreio de dom Jorge Tobias. Com a chegado de dom Luís D’Andrea, o Seminário Menor foi reativado e o Seminário Maior foi fundado, tendo como patrono São José.

  4. Localização: O seminário localizava-se até 2003, na Paróquia São Pantaleão, sendo que no ano seguinte, instalou-se na rua Coelho Neto, Centro de São Luís, permanecendo neste endereço até os dias atuais.

  5. Ano Jubilar 2024: Neste ano da graça do Senhor, o Seminário Maior São José celebra o seu vigésimo quinto aniversário de fundação. Para marcar este jubileu de prata, a casa de formação realizará diversas atividades comemorativas que serão acompanhadas pela logomarca jubilar que traz consigo toda a história do itinerário formativo dos presbíteros da diocese de Caxias do Maranhão.


Brasão do Seminário Maior São José


A idealização do brasão é uma das iniciativas em comemoração ao ano jubilar de 25 anos de fundação do Seminário Maior São José. Com o intuito de conservar a história e tradição, ele faz memória do legado formativo e ressalta a identidade da formação dos presbíteros da igreja particular da diocese de Caxias do Maranhão. A criação é assinada pelo designer Kevin Alexandre; e a arte desenvolvida por Hugo Pinheiro.


  • Escudo: Composto por três extremidades, que simbolizam a Santíssima Trindade, modelo de comunidade perfeita. Ladeado por bordas em coloração branca, representando a pureza de São José, homem casto e justo. Em coloração azul, o escudo remete ao auxílio da Virgem Maria, mãe das vocações.

  • Cruz: Fundamento da missão e proteção da vida, onde sua coloração dourada representa a realeza de Jesus Cristo.

  • Lírio: Representa a paternidade e a castidade de São José, padroeiro da casa de formação.

  • Cruz Vazada: Dividida em quatro partes, expressa os pilares da formação presbiteral, a saber: espiritual, intelectual, pastoral e humana.

  • Coco Babaçu: Fruto típico da região dos cocais maranhense, que abrange grande parte da diocese de Caxias. Caracteriza a identidade sociocultural e as raízes de nossa história. Contém 5 sementes que simbolizam os zonais da diocese.

  • Cajado: Traduz a espiritualidade do padre diocesano em Jesus Cristo, o Bom Pastor.

  • Miolo do cajado: Em coloração vermelha fazendo referência ao coração de Jesus como fonte perene das vocações, visto que o sacerdote é o amor do coração de Jesus.


Logomarca dos 25 anos de fundação do Seminário Maior São José



  • Cruz: Representa o fundamento da vivência e da vocação cristã. Em coloração azul, remete ao auxílio da Bem-aventurada Virgem das Graças, padroeira da diocese.

  • 25 anos: Em coloração prateada, referindo-se ao jubileu de prata de fundação do seminário.

  • Cajado: Expressa a espiritualidade do padre diocesano em Jesus Cristo, o Bom Pastor.

  • Lírio: Simboliza a paternidade de São José, padroeiro da casa de formação.

  • Lema: Expressão que faz referência à toda história do processo formativo do seminário.

 

Com informações de Alan Santos, do Seminário Maior São José. Texto explicativo das artes: Kevin Alexandre e Rafael dos Santos.

30 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page