top of page
  • CNBB

Comissão episcopal para os bispos eméritos tem nova composição para o quadriênio de 2023 a 2027



A Comissão Episcopal para os Bispos Eméritos conta com nova composição para o quadriênio de 2023 a 2027. Os nomes dos novos membros foram referendados pelo Conselho Permanente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e publicados por meio de um decreto. O bispo emérito de Barra do Piraí-Volta Redonda, dom Francisco Biasin, continua como presidente neste quadriênio. Já o assessor da Comissão passa a ser o padre Guilherme Maia Júnior, da diocese de Coxim, no Mato Grosso do Sul.


Outros sete bispos foram confirmados como membros. Saiba quem são:

  • Dom Vicente Costa (bispo emérito de Jundiaí – SP);

  • Dom Paulo Antônio de Conto (bispo emérito de Montenegro – RS);

  • Dom José Belisário da Silva (bispo emérito de São Luís do Maranhão – MA);

  • Dom Manoel João Francisco (bispo emérito de Cornélio Procópio – PR);

  • Dom Jaime Vieira Rocha (arcebispo emérito de Natal – RN);

  • Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho (arcebispo emérito de Teresina – PI);

  • Dom Murilo Sebastião Krieger (arcebispo emérito de Salvador – BA).


A Comissão

A Comissão foi criada pela presidência da CNBB em 2012, com o objetivo de acompanhar os bispos eméritos. Atualmente, a Igreja no Brasil conta com mais de cem bispos eméritos, e cabe à esta comissão ser o elo de comunicação entre eles e a CNBB. De acordo com o código de Direito Canônico recebe o nome de “emérito” aquele bispo que “perder o ofício por limite de idade ou por renúncia aceite”. A Igreja estabelece a idade de 75 anos para a apresentação do pedido de renúncia ao Papa.

57 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page