• Secom

Assembleia Eclesial da América Latina e Caribe convoca para o Processo de Escuta


Nesta terça, 11, às 19h30, acontece mais um encontro com foco no Processo de Escuta em preparação para a Assembleia Eclesial da América Latina e Caribe. Espera-se a participação de representantes dos 18 regionais da CNBB, via plataforma online.


A Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, será realizada de 21 a 28 de novembro no entorno do Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, na Cidade do México. “Com o tema ‘Todos somos discípulos missionários em saída’, somos convocados a juntos trilharmos um caminho para a Assembleia Eclesial da América Latina e Caribe”, pondera padre Marcus Barbosa, subsecretário adjunto de pastoral e assessor da Comissão para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).


A Assembleia, se dará através de um amplo Processo de Escuta, e visa discernir a vontade de Deus e o chamado que Ele faz à Igreja latino-americana e caribenha. Neste sentido, através de atividades comunitárias e/ou contribuições individuais, por meio do site da Assembleia Eclesial na sessão ESCUTA, é possível contribuir com o Processo.


Queremos clarear e aprofundar com nossas lideranças pontos fundamentais desse Processo de Escuta

“Queremos clarear e aprofundar com nossas lideranças pontos fundamentais desse Processo de Escuta, afim de uma participação bonita e ativa nossa, como Igreja no Brasil, nessa grande e profética Assembleia Eclesial”, explica padre Marcus.


Nestes encontros, todos os regionais são convidados a participar através de seus secretários executivos, assessores, presidentes de organismos, coordenadores de pastorais e movimentos, além de seus coordenadores de pastorais diocesanos.


Segundo Dom Sebastião Bandeira, bispo de Coroatá e presidente do Regional Nordeste 5 da CNBB, esta Assembleia é uma resposta às solicitações que os participantes do Sínodo da Amazônia fizeram ao Papa Francisco. “O nosso Regional tem o privilégio e a grande responsabilidade de participar deste evento, que pressupõe uma atitude de escuta e discernimento dos desafios pelos quais passamos”, pontua.


Neste sentido, é necessário que o Regional Nordeste 5 e seus representantes se façam presentes. “Envolver o maior número possível de pessoas representativas, além de ser fundamental para o bom êxito desta Assembleia, já constitui o processo da Igreja viver a dimensão da sinodalidade, que é caminhar juntos”, afirma Dom Sebastião.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo