top of page

60ª AG: confira como foi o terceiro dia da Assembleia Geral dos Bispos do Brasil


Foto: Luiz Lopes Jr./CNBB

No terceiro dia da 60ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), 21 de abril, sexta-feira, foi apresentado ao episcopado brasileiro a metodologia de escuta a ser desenvolvida para a atualização das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) à luz do processo do Sínodo dos Bispos (2021-2024). Na 59ª Assembleia Geral da CNBB, realizada em agosto de 2022, os bispos decidiram não aprovar novas diretrizes na 60ª AG CNBB, mas de atualizá-las após concluído o processo do Sínodo. Até lá, as atuais diretrizes continuam válidas orientando a caminhada eclesial da Igreja no Brasil.


Outro ponto que foi dada a atenção dos bispos foram as etapas nacional e latino-americana do Sínodo (2021-2024). Ainda foram objetos de reflexão dos prelados um balanço da realização do 18º Congresso Eucarístico Nacional, em Recife (PE), de 12 a 15 de novembro do ano passado, e o Jubileu da Redenção 2033.


Instrução geral do missal romano e introdução ao lecionário


Foi lançada no estande da Editora da CNBB, a Edições CNBB, a nova edição da “Instrução Geral do Missal Romano e Introdução ao Lecionário”. Na publicação, são expostas as normas para a celebração do Sacrifício Eucarístico, tanto em relação aos ritos e às funções de cada participante como aos objetos e aos lugares sagrados.


A nova edição já está de acordo com a tradução da 3ª edição típica do Missal Romano para o Brasil, aprovada pela Santa Sé em 2023. De acordo com dom Edmar, bispo de Paranaguá – PR e Presidente da Comissão Episcopal para a Liturgia da CNBB, a nova edição da Instrução Geral do Missal Romano é o primeiro contato com a nova tradução do Missal Romano. “Ela pode preceder a chegada do Missal nas comunidades”, afirma.


Sínodo 2021-2024

O Sínodo 2021-2024 foi iniciado com a Fase Diocesana, realizada entre outubro de 2021 e agosto de 2022, dando passo à Etapa Continental, que foi encerrada em 31 de março. Com o resultado das assembleias continentais será elaborado o Instrumento de Trabalho para a primeira sessão da Assembleia Sinodal a ser realizada de 4 a 29 de outubro de 2023, que está sendo produzido e deve ficar pronto no final do mês de maio. Os bispos representantes da CNBB serão eleitos nesta 60ª Assembleia Geral. Um processo que em outubro de 2024 terá sua segunda sessão da Assembleia Sinodal.


Fraternidade e comunhão que geram solidariedade


A Igreja no Brasil tem dado testemunhos de fraternidade e comunhão diante de desastres naturais e crises humanitárias. Exemplos são iniciativas como a campanha “SOS Bahia e Minas Gerais: solidariedade que transborda”, que arrecadou mais de 2,5 milhões de reais para auxiliar as vítimas das chuvas e enchentes no Norte de Minas Gerais e Sul da Bahia; a ação emergencial “É tempo de cuidar”; e a destinação de recursos para apoio aos povos Yanomami, em Roraima, e à comunidade tradicional Baixão dos Rocha, na diocese de Brejo (MA).


Jubileu 2025

A comissão brasileira para o Jubileu Ordinário de 2025, organizado pelo Dicastério para Nova Evangelização, apresentou ao episcopado as informações referentes ao ano celebrativo, cujo tema será “Peregrinos da Esperança”, e o lema “Peregrinos da Esperança”.


O Dicastério para Evangelização criou cinco comissões para conduzir o Jubileu: a Pastoral para pensar as celebrações jubilares para o maior envolvimento do povo de Deus; a Cultural para a idealização e desenvolvimento das atividades culturais; a de Comunicação, que reúne jornalistas, acadêmicos e especialistas em novas tecnologias de comunicação; e a Ecumênica, que irá apoiar o Dicastério na organização de atividades e celebrações, relembrando os 1700 anos do Concílio de Niceia (325). Além das comissões a equipe do Jubileu conta com o Comitê Técnico; Grupo de Trabalho Operacional e os Delegados das dioceses da Itália e das Conferências Episcopais.


18º Congresso Eucarístico Nacional

Dom Saburido fala sobre o 18º CEN | Foto: Victória Holzbach/CNBB Sul 3

O arcebispo de Olinda e Recife (PE), dom Antônio Fernando Saburido, e seu bispo auxiliar, dom Limacêdo Antônio, apresentaram aos bispos as atividades desenvolvidas e a prestação de contas do 18º Congresso Eucarístico Nacional, realizado entre os dias 11 e 15 de novembro de 2022, com o tema “Pão em todas as mesas” e o lema “Repartiram o pão com alegria e não havia necessitados entre eles”.


O ponto central do Congresso foi a inauguração da “Casa do pão” que tem por objetivo atender pessoas em vulnerabilidade na capital pernambucana. O espaço conta com restaurante popular, lavanderia, atendimento social, espiritual e psicológico, capela, banho e descanso.


Bispos Eméritos

Para encerrar o dia, a missa dessa sexta-feira, 21 de abril, foi dedicada aos bispos eméritos, entre eles, dom José Belisário, bispo Emérito da Arquidiocese de São Luís do Maranhão.


11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page