• Secom

59ª AG 2022: confira o resumo das pautas do terceiro dia de Assembleia

A Campanha da Fraternidade de 2022 cuja temática é “Fraternidade e Educação” é o destaque da primeira sessão do terceiro dia da 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que acontece até 29 de abril, em modalidade virtual.


Constaram, ainda, na sessão da manhã assuntos referentes aos grandes eventos que serão realizados pela Igreja no Brasil como a 10ª Assembleia Nacional dos Organismos do Povo de Deus; o Ano Vocacional de 2023; e o 18º Congresso Eucarístico Nacional.


Na parte da tarde, o enfoque foi dado ao tema central da 58ª Assembleia Geral da CNBB: "Igreja Sinodal: comunhão, participação e missão". Os regionais da Conferência realizaram momentos específicos de escuta em vista da preparação para as próximas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE).


Campanha da Fraternidade 2022

A avaliação da Campanha da Fraternidade 2022 é positiva, a partir das partilhas realizadas na manhã desta quarta-feira, terceiro dia da etapa virtual da 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (AGCNBB). Após breve relato do secretário executivo de Campanhas da CNBB, padre Patriky Samuel Batista, os bispos reagiram com partilhas e elogios à ressonância do tema trabalhado neste ano.


Também com avaliações positivas, os bispos ressaltaram a importância de que cada diocese esteja empenhada na realização de gestos concretos, possíveis também com a porcentagem dos recursos da Coleta Nacional da Solidariedade que fica na Igreja Particular.


“Diante das duras críticas, a melhor resposta em cada diocese são os gestos concretos”, disse o bispo de Imperatriz (MA), dom Vilsom Basso, que partilhou a criação de uma classe de reforço para os estudantes.

Tema Central

A manhã desta quarta-feira, terceiro dia da 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o episcopado brasileiro começou a trabalhar sobre o Tema Central: “Igreja Sinodal – Comunhão, Participação e Missão”. A apresentação foi feita pelo arcebispo de Santa Maria (RS) e presidente da Comissão para o Tema Central, dom Leomar Antônio Brustolin.


Após a reunião em salas específicas, os regionais apresentaram a reflexão sobre as perguntas: “Em que medidas as atuais DGAE contribuem para uma Igreja Sinodal? Que aspectos devem ser mantidos e repensados? Que outros aspectos devem ser considerados?”.


De um modo geral, os regionais confirmaram a importância da continuidade das DGAE para o próximo quadriênio, com ênfase de que elas são já são a expressão da sinodalidade na Igreja no Brasil e que, contudo, precisam ser atualizadas de forma ainda mais participativa e sinodal, incluindo os organismos do povo de Deus em sua elaboração. A missão, apontaram os regionais, precisa ser um elemento central na vida da Igreja.


Comunicação

Bispos referenciais da Comunicação na Igreja no Brasil, incluindo dom Gilberto Pastana, arcebispo de São Luís e referencial para a Comunicação do Regional Nordeste 5, se reuniram com a presidência da Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação da CNBB na noite da terça-feira, 26, para um momento de partilha sobre as diversas atividades desenvolvidas. O encontro acontece dentro da 59ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e contou também com a participação dos assessores da comissão e coordenadores dos setores comunicativos.


Na reunião, o assessor da Comissão, padre Tiago Sibula, comunicou aos bispos sobre o andamento da atualização do Diretório de Comunicação da Igreja no Brasil, que vem sendo conduzido pelo Grupo de Reflexão sobre Comunicação (Grecom). A 54ª edição dos Prêmios de Comunicação da CNBB foi apresentada pela assessora de Comunicação da conferência, Manuela Castro. O coordenador-geral da Pascom Brasil, Marcus Tullius, partilhou o andamento do 7º Encontro Nacional da Pascom, que acontece de 22 a 24 de julho, em Itaici, com o tema “Comunicação e sinodalidade: comunhão, participação e missão”.



Com informações da Equipe de Comunicação da 59ª Assembleia Geral da CNBB.

76 visualizações0 comentário