• Secom

Seminário Regional em preparação a XIII Romaria da Terra e das Águas


O Regional NE V realizou entre os dias 15 a 17 de março na cidade de Caxias-MA, seminário regional em preparação para a XIII Romaria da Terra e das Águas, que terá sua realização nos dias 21 e 22 de setembro, na mesma cidade. O encontro ocorreu no Centro Diocesano de Pastoral. Com o tema "Água e Terra, fontes de vida, dons de Deus e direito de todos", e o lema "Senhor, dá- me desta água!", trecho retirado do Evangelho de São João 4 15.

No processo de preparação para esse momento, a equipe de coordenação da romaria com o objetivo de "Animar e motivar lideranças e o povo em geral para refletir sobre a temática da Romaria à luz da Teologia e a Bíblia”. A última romaria teve sua realização na Diocese de Brejo, sendo sediado na cidade de Chapadinha. Esta é quinta edição com título em referência às águas, até o ano de 2006, pois tinha seu título apenas como Romaria da Terra.

Participam desse momento, representantes de todas as 12 dioceses, Pastorais e Movimentos a nível regional, além de quilombolas, indígenas, quebradeiras de coco, mulheres, pescadores, povo do Cerrado, ribeirinhos, geraizeiros, movimentos populares e muitas outras representatividades, além de padres, religiosas, diáconos e a presença de dom Sebastião Lima Duarte, bispo da diocese de Caxias.

No ato foram discutidas a importância da preservação das águas, com foco nas bacias hidrográficas do Maranhão, “Aqui no estado, assim como em todo o Brasil, a demanda por água tem crescido bastante nos últimos anos, reflexo da melhoria da qualidade de vida e o crescimento da economia”, afirmou o engenheiro Ambientalista Heverton de Moura.

Já na questão da terras, a pauta gerou em torno dos conflitos de terra corriqueiros nas comunidades quilombolas e índigenas em território maranhense, para Emília, representante quilombola, destaca a vulnerabilidade do povo, impactados pelas grandes empresas que estariam invadindo suas áreas, “Querem nos expulsar para garantir a evolução do agronegócio”. Rosa Tremembé, representante dos povos indígenas, fez um alerta sobre o silenciamento que seu povo vem sofrendo, “Indígenas querem liberdade. As terras eram livres e com a chegada dos colonizadores, começaram a ter dono”, afirmou.

Roberto Malvezzi, o (Gogo), Agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT), destacou a devastação da Amazônia, Cerrado e Mata Atlântica, como agravantes, na escassez da água, citando ainda a poluição de depredação dos mananciais e o “hidronegócio”.

Dom Sebatião Lima, bispo da Diocese de Caxias e Diáconos.

Dom Sebastião, frisou sobre o sentido da XIII e o compromisso firmado no encontro, “Motivar nossos irmãs na reflexão sobre a Terra e as Águas. Chamar a cmunidade para viver esses dias de romaria. Antecipadamente já sentimos que será um bom momento para a grande romaria. O encerramento do evento, contou com santa missa presidida pelo bispo da diocese, com a presença de todos que estiveram em sintonia neste final de semana em realização do seminário.

#Seminário #RomariadaTerraedasÁguas #DiocesedeCaxias

73 visualizações
PRESIDENTE

Dom Sebastião Bandeira

Bispo de Coroatá

Endereço

Rua do Rancho, 57

65.010-010 – São Luís - MA

Tel: (98) 3222-8341

Fax: (98) 3231-7056

SECRETÁRIA EXECUTIVA

Martha Isabel Furtado Bispo

98 9 9116 5638

CONECTE-SE

VICTOR SILVA